Não entendeu?

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

...


"(...)   

Há um tal prazer nos bosques inexplorados;
Há uma tal beleza na solitária praia;
Há uma sociedade que ninguém invade,
Perto do mar profundo e da música do seu bramir:
Não que ame menos o homem, mas amo mais a Natureza..."

                                                                               - Lord Byron



terça-feira, 16 de agosto de 2011

Dualismo

Não és bom, nem és mau;
És triste e humano...
Vives ansiando, em maldições e preces
Como se, a arder, no coração tivesses.
O tumulto e o clamor de um largo oceano.

Pobre, no bem como no mal, padeces;
E, rolando num vórtice vesano,
Oscilas entre a crença e o desengano,
Entre esperanças e desinteresses.

Capaz de horrores e de ações sublimes,
Não ficas das virtudes satisfeito,
Nem te arrependes, infeliz, dos crimes:

E, no perpétuo ideal que te devora,
Residem juntamente no teu peito
Um demônio que ruge e um deus que chora."

[Dualismo - Olavo Bilac]

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Portas Abertas

Aprendi que nem tudo sempre tem fim,
e que nem sempre as pessoas fazem escolhas certas
nada que estrague um amor faz sorrir...
e que a vida é um corredor com várias portas abertas...

A dificuldade está em escolher uma porta,
uma que te faça entender como a vida é...
por erro, as vezes, escolhemos uma torta
que nos faz perder toda nossa fé...

Quem se importa com tantas coisas supérfluas?
algumas pessoas nem sabem o que é vida...
ao que chamamos amor, há sempre uma porta extra
na qual econtramos sempre uma saída...

Algumas vezes o erro é fatal,
outras vezes temos sorte...
Pois quando o tal amor é real,
o ser humano se torna forte...

Pode ser que isso resulte em perda,
mas pode ser que também resulte em ganho...
E por mais estranho que pareça...
Não me canso de dizer:  "Eu Te Amo..."


Guilherme Marcus Moreira
 

© 2011 Hermit Modern |