Não entendeu?

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Destino...

Coloco aqui em questão o que muitos chamam de destino, o que contraria o acaso.
Por essa ser uma questão de opinião, há muito, rende discussões entre pessoas com pensamentos opostos.

Tudo isso se baseia em duas perguntas:

-Seria o destino real ?"
-Se sim. Seria ele imutável, e desde muito nos reservado por um ser superior ? 

A princípio, deixo claro que aqui expresso minha opinião, e assim como todo ser humano, posso estar errado.

Como ser pensante, não me permito acreditar em tais particularidades, porém, ao mesmo tempo, não me permito não acreditar que tudo se deve ao acaso. Assim como muitos não se permitem considerar a hipótese de uma vida pronta, com um único caminho a ser seguido.
Ao admitir minha ignorância, ao me aceitar humano, vejo que não posso julgar as coisas apenas pelo meu ponto de vista, são precisas mais opiniões.

Mas, vendo as opiniões que as pessoas tem sobre "destino", me deparo mais uma vez com a mesquinhez de grande parte de minha própria espécie, em sua grande parte, as pessoas se limitam a apenas duas respostas para isso...  "Nada é por acaso", ou "Eu faço o que quero, logo não existe destino."

Não que estejam errados, essa é uma questão impossível de ser provada, mas creio existir uma terceira resposta.
E dependendo das milhões de pessoas que ainda não se contagiaram com a ignorância maior (considerando o fato de que todos somos ignorantes, até assumirmos nossa própria ignorância), talvez exista uma 4ª ou 5ª resposta a isso.

O ser humano desistiu de "buscar" suas respostas, e se limita agora a apenas "preparar sua vida".
Preparar uma vida a qual não consegue viver.

Em minha posição de agnóstico considero o destino como um feito nosso, não um feito de deus,
assim como nada é por acaso... e assim como nada em sua vida é de influência divina.
As coisas que vivemos hoje são resultados de nossas escolhas passadas, nós fizemos tudo isso...

Nós fazemos o destino... Apesar de sermos apenas humanos...
"Não existe destino que não possamos fazer..."


Tudo depende unica e exclusivamente de você.

sábado, 12 de junho de 2010

"Just a little truth..."

Os tolos lêem um livro e não o entendem; os espíritos medíocres crêem entendê-lo perfeitamente; os grandes espíritos às vezes não o entendem por inteiro: acham obscuro o que é obscuro, como acham claro o que é claro; os espíritos afectados querem achar obscuro o que não o é, e não entender o que é muito intelegível.

Jean de La Bruyére, in 'Os Caracteres'
 
 

© 2011 Hermit Modern |